Thursday, January 19, 2017

Self-disclosure.

Um grande desígnio (LXXIX).



(daqui, de onde te vejo, o meu corpo, por momentos, brilha.
restará pouco tempo, penso, para que continues a fazer de mim a tua primeira morada.
guardo-a aos poucos: a alegria que te faz deixar tudo quando me vês, que te faz dormir cintilante no meu ombro, depois de mostrares um bocadinho de fita-cola que conseguiste, por fim, colar na parede.
guardo-as aos poucos: as manhãs maiores que foste, possível caminho de luz nas veredas).



Self-disclosure.

menino-homem.




(I)

sou um homem
sou um menino.


(II)

sou um homem
sou um menino

que se entristece.


(III) 

sou um homem
sou um menino

que se entristece
com o que acontecesse

com
o colo, 

com
os glícidos,

com 
o destino.


(IV)

sou um homem
sou um menino

que se entristece
com o que acontecesse

com 
o voo da passarola.


(V)

sou um homem
sou um menino

amurando janelas de ver,

até acabar
o homem.


(VI) 

sou um homem
sou um menino

que veste gravata
para parecer maior.


(VII)

sou um homem
sou um menino

tamanhando 
os sonhos mínimos

na sua fímbria.


(VIII)

sou um homem
sou um menino

que gosta de acordar cedo

para ir ver calças lois
nas montras da baixa de coimbra.

Thursday, January 12, 2017

Palavras de Cotrim.

Maio.



Quando maio chega, é o ar que nos veste as sobras de musculatura.

Tuesday, January 10, 2017

It`s an outlier!

Monte velho.




Ela era feia, mas era rica.
Nas festas, bebia monte velho.

Ou montes ermos. 

Bebia o que havia.

Self-disclosure.

Um grande desígnio (LXXVIII).



(sou um homem sou um menino, que aprende a ver, a ouvir melhor o absolutamente familiar, quando vai à creche, à rua, aos sítios, contigo. é uma dádiva o que se vê, o que se ouve, se se estiver, de facto, atento. como ouvi recentemente a ecoar no corredor da tua creche: "(...) a mão direita / a mão direita / abre e fecha (...) a mão direita / a mão direita / abre e fecha (...)").

Monday, January 09, 2017

It`s an outlier!

Ouvido hoje ao balcão.




- Olha ali, o mário soares vai de charrete.
- É bom: assim poupa-se no gasóleo.

Friday, January 06, 2017

Palavras de Cotrim.

Bonga.



Em mil novecentos e setenta e dois, barceló de carvalho deixou de correr,
porque os recordes nas estafetas ficavam muito caros em sopa.

Começou, então, a cantar em kimbundo, em roterdão.
Hoje é conhecido como bonga.

Self-disclosure.

Um grande desígnio (LXXVII).


(há coisas que ficam, há coisas que mudam:

- Estás a ver? Já chegas com os pés ao chão.
- Estás a ver? O que comprámos nos últimos saldos já te serve.
- Estás a ver? Já fazes como o pai no pote verde).

Self-disclosure.

Uma grande razão (V).


(não inibes a insatisfação com o que por vezes, muitas vezes, te sucede. choras.
a mãe diz que precisas de presença, de mimo. o toque físico é importante.
quando choras, tenho pegado na tua cabeça com a minha mão esquerda.
afago-a depois, como se estivesse a escolher uma meloa na recta que há antes de entrar em canal caveira).

Tuesday, January 03, 2017

It`s an outlier!

Bomba.



O bomba, quando era novo, queria ser o van damme.
O bomba, quando era novo, deu-me no futebol com o ombro, e eu somei pontos na cabeça.
O bomba tentou um dia ir lançar o peso, mas ficava muito caro em sopa.
O bomba tentou um dia ir para a tropa, mas a roupa não lhe servia.
O bomba tentou um dia ir correr os cem metros, mas era-lhe difícil parar a meio.
O pai do bomba, quando era novo, partia nozes com a curva do bicep.
A mãe do bomba dava-lhe pela cintura. Sempre que o chamava, o bomba ia.
Os irmãos do bomba são conhecidos como "os irmãos do bomba".

O bomba, hoje, salva vidas no mar. Já salvou muitas vidas.
O bomba nunca entra no mar. Não precisa.
Olha apenas o mar de frente. E grita.

Palavras de Cotrim.

Bussaco.




ar
luz
verde,

razão certa.


o corpo sossega,
enfim, à escuta:

silêncio.

Palavras de Cotrim.

Especialista.



Aquele que sabe, que sabe muito, que sabe muito de muito pouco, e sabe fazer disso (desse muito, desse pouco) uma grande coisa.